sábado, 2 de julho de 2005

QUE SEMANA EXCRUCIANTE


A semana que passou foi realmente atípica. Depois que me senti abençoado pelo belzebu por ter visto um filme do Uwe Boll (foto acima), diversas outras notícias por aí mostraram que o cara deve ter algum tipo de relação profunda (com duplo sentido, por favor) com a mãe dos seus produtores. Só assim para conseguir tanta grana para torrar em besteiras assim. Ou isto ou o cara é parente de outra entidade que fez desta semana um tanto quanto especial: Vossa Excelência o safado féladaputa e mente do crime Robbie Jeff. O cara nos brinda com um olho roxo e mais algumas aulas de lábia, fazendo um bando de gente com rabo preso congratulá-lo e apoiarem o processo de canonização popular deste escroque. Em tempos em que TV Senado é a dona da maior audiência das TV's abertas, fechadas, e entreabertas, tenho que aproveitar o momento e capitalizar em cima: Vou fazer camisas com a cara dele estampada e com o texto "Eu acredito no Roberto Jefferson" embaixo. Vai vender na Uruguaiana que nem pão quente.

Frase da semana
"Aposentei o Cine Privé da Bandeirantes. Para ver putaria e ter auto-satisfação prefiro a TV Senado."
Agamenon Mendes Pedreira

Mas a semana não foi marcante apenas por isto, claro. Tivemos também o Doggma voltando a postar e, principalmente, aquele maravilhoso safanão que o Brasil deu na Argentina. Não é qualquer hora que dá para meter 4 x 1 naquele povo! Se eu tomasse ácido certamente teria a visão de um Lula dando uma porrada na cabeça do Kirchner ao som de "Pedala Robinho!".

E em homenagem aos nossos hermanos, o post de hoje, a partir daqui, será no más perfecto portuñol (o portullano, como usted desear). Seguro que esto lengua és más fácil de aprender con la cara llena de cerveza i hablando con señor Doggma (yo gostei mucho por su post sobre el hombre murciélago i su bat-coche) también encachaçado en el otro lado da internet, pero yo tengo que confiesar: estoy utilizando las canciones de la mui guapa chica llamada Shakira, para ajudar-me. Yo sei qui esto é una putarija, mas portuñol no és solamente difícil... és difícil para carajo! Seguro que Shakira no és argentina, por esto és mui gostosa. En hablando sobre mujeres guapas, realmente penso que la alegada guapa argentina llamada Keira Agostina deve ser hija de brasileños. Aquele bundón é mui grande! Esto perfección no puede ser daquela terra maldita!

I já que estamos hablando sobre mujeres, vamonos para más uno fantásticón (aprobieitando - arrrghhh... este foi fueda - el filme de los Quatro Fantásticos que estrea dia 7 de julio) e super brasileño:



Establicendo uno contra-punto às guapas del post anterior, todas con cuerpo saradón e capazes de enfiar-me a porradón si yo pisar fuera de la faixa, o post de hoy tien muchas muchachas trés femininas! Todas fueran dibujadas por el cartunista del jornal O Globo llamado Cruz. Él costuma dibujar para la columna del Carlos Alberto Teixeira (CAT) en lo cadierno de Informática que publican toda segunda, onde siempre tien uno gatón con una chica mui guapa en actitudes bastante interesantes.

A partir de agora é em português mesmo. Dá dor de cabeça inventar palavra. Bem... às vezes me pergunto se há crianças interessadas no caderno de informática, pois espera-se que os desenhos sejam sempre comportados, o que não acontece às vezes. Mesmo quando vestidas, as personagens estão em poses bem, digamos, elásticas, como este exemplinho aí ao lado.

Infelizmente a qualidade dos scans não é das melhores, já que foram feitas a partir de papel jornal, mas dá para ter uma idéia do que o cara é capaz. Diferentes dos desenhos de comics que estamos acostumados, suas pin ups são brasileiríssimas, com poses iguais às que imaginamos nossas vizinhas em casa e aquele quadril bem característico. Os rostos são caso à parte. Ele rivaliza com Maguire (JLA de Keith e Giffens) em expressões faciais. Se eu fosse fabricante de produtos de sex shop faria uma linha de bonecas infláveis inspiradas nos desenhos do Cruz. E como eu invejo o gato!


Primeira imagem: Ahhh o Natal...
Segunda Imagem: Ovinhos para impotência
.

Primeira imagem: fada madrinha de Michael Jackson pinochio.
Segunda Imagem: Virus!!

Primeira Imagem: Vem pro banho, vem!
Segunda Imagem: Bebaça!

Primeira Imagem: Demissão por email
Segunda Imagem: O duende de marrakesh

Primeira Imagem: Imagina um Ano Novo assim! Detalhe do cara com a chave correndo atrás da fechadura ao fundo
Segunda Imagem: Ameaça do Windows

Primeira Imagem: A perfeição Google!
Segunda Imagem: Fiscal de Calcinhas!

Primeira Imagem: Guerra contra o Spam
Segunda Imagem: Acesso pago!

Primeira Imagem: Esta é muito boa. Olha o corpo da garota, a cara do gato e a espada do anjo.
Segunda Imagem: É a melhor pose que pode-se conseguir numa cadeira de micro


Primeira Imagem: Presta atenção no que está na mão do gato
Segunda Imagem: Primavera Verã (...) primavera segundo Cruz

Todas as imagens foram escaneadas pelo owner do yahoo grupo "Sexybarefootbabyes", que tentei achar novamente para pegar seu nome mas não consegui.



***************************



Nesta semana fui assitir ao Espetáculo "" da Cia de Dança Déborah Colker. Gosto deste tipo de arte e recomendo o gasto dos vinte dinheiros de entrada. Já havia assitido o espetáculo anterior, Quatro por Quatro, e quando temos parâmetros pregressos, a comparação é inevitável. O anterior é bem melhor e jogaram minhas espectativas para este lá no alto, difíceis de alcançar, mas mesmo assim é um belo espetáculo, com a força e o erotismo que já lhe são peculiares. Mais recomendado ainda para quem nunca viu.

O espetáculo é dividido em dois atos, o primeiro com as cordas que dão nome ao todo e o segundo com uma vitrine que, dados os corpos e as cores predominantes, deve ter algo a ver com o Red Light District de Amsterdã. Gostei mais da primeira parte, onde os movimentos conseguiam mais inovação com as cordas do que com a caixa de vidro do segundo. Ainda no primeiro, a coreografia de todos os bailarinos e a ambientação deixaram-me com a impressão de estar vendo algo que remetia a algum tipo de savana e/ou floresta, com influências do conceito de arte que os doidões da MTV dão para suas vinhetas alucinógenas. Bem legal!

Só fiquei meio chateado por não conseguir ingresso para o Momix.. fazer o quê...

Nenhum comentário: